sexta-feira, 6 de novembro de 2020

O ESPELHO - (308/20) Crônica

 O ESPELHO - (308/20)

(https://youtu.be/Hslh3PPeeiA) "ESPELHO" - João Nogueira.
Eu vi, refletido no espelho, alguém diferente do que eu era
Quando os dias amanheciam mais calmos, sem pressa, sem
Tantas correrias, dias amenos, cheios de beleza e muito sol.
O tempo rouba-nos a tranquilidade com o passar dos anos.
E depois vemos os sinais por toda parte em nós mesmos.
A minha imagem refletida no espelho mostrou-me outra
Pessoa que eu não mais reconheço... alguém bem mais velho,
Com rugas, muitos cabelos brancos onde eles ainda existem.
Então, me fiz uma pergunta: valeu a pena eu ter vivido assim?
A minha resposta eu li no espelho e me convenci com a frase
Ali estampada: se não tivesse valido a pena você não se veria
Na luz do espelho refletindo uma imagem de alguém que
Viveu como escolheu viver a sua vida, com responsabilidade
E muito respeito pelos seus semelhantes... seguindo as regras.
Eu cumpri o meu papel no decorrer do tempo e deixei frutos
A serem colhidos por meus filhos e seus filhos, os meus netos.
Sim! Valeu a pena a vida que eu vivi, pois fui e sou feliz!
A imagem pode conter: 1 pessoa, chapéu
Sirlene M. Klosovski, Vanda Oliveira e outras 45 pessoas
14 comentários
16 compartilhamentos
Curtir
Comentar
Compartilhar

LÁGRIMAS DA NATUREZA - (310/20) Poema.

 LÁGRIMAS DA NATUREZA - (310/20)

(https://youtu.be/1ICSsDFYJ1o) "O Ritmo da Chuva." -
Demétrius.
A chuva fria que não quer parar, cai incessantemente
Limpando as nódoas da Natureza, para quando o meu
Amor chegar trazendo ternura em suas alvas mãos.
Cai, chuva, lava a alma do tempo e faz com que tudo
Fique às claras com cheiro de terra molhada e limpa.
Os pingos da chuva quando batem no telhado de zinco
Tamborilam num ritmo frenético anunciando uma nova
Era bem menos carregada e mais amena, boa para
Namorarmos nas alcovas das nossas vidas de sonhos.
Cai, chuva, limpa o caminho da minha amada e faz com
Que o relógio ande devagar e sua presença seja suave.
Mas não encharques os nossos sonhos nem dissolvas as
Nossas quimeras, apenas suaviza o calor dos ares e
Acalenta o nosso amor para se tornar perene como tu,
Divinas lágrimas da Natureza, mãe sagrada de todos nós




sexta-feira, 17 de julho de 2020

Fake Democracy: “Se controlo o meio, verdade é o que digo, e mentiroso todo aquele que discordar”



Leia mais: https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/21807/fake-democracy-se-controlo-o-meio-verdade-e-o-que-digo-e-mentiroso-todo-aquele-que-discordar

segunda-feira, 1 de junho de 2020

OS "DEMOCRATAS" DA AV. PAULISTA

OS "DEMOCRATAS"


Por Lourinaldo T. Bezerra.

Ontem, domingo, 31 de maio de 2020, na Av. Paulista, aqui em São Paulo, duas manifestações aconteceram simultaneamente. Uma por patriotas vestidos de verde e amarelo, em prol do presidente Jair Bolsonaro, e uma outra, um ajuntamento de “camicie Nere”, tal qual os seguidores de Mussolini na Itália fascista dos anos 30, portando uma faixa negra onde se lia, "Somos Democracia", mas todos de punhos cerrados para o alto.
ANTINFA: grupo financiado por Georges Soros, milionário que foi amante de um oficial das SS de Hitler
Pois bem, enquanto os primeiros manifestantes trajavam seus uniformes verde e amarelo, os seus adversários vestiam suas roupas negras e gritavam com raiva o termo, "DEMOCRACIA", de punhos cerrados como de praxe entre os comunistas tradicionais e revolucionários. Bravo!
OS "DEMOCRATAS" ENCURRALADOS PELO CHOQUE
A grande mídia fez o maior estardalhaço com esse grito de guerra sensacionalista e "democrático". Era tudo muito politicamente correto, até quando começaram as agressões verbais e físicas contra o outro lado onde crianças, mulheres e idosos manifestavam-se pacificamente. Na turba vestida de negro apenas elementos jovens do sexo masculino, parrudos, cheios de vontade de brigar, com gosto de sangue na boca e dispostos a tudo. Esses eram os “democratas” que bradavam a palavra "democracia" de punhos cerrados como de praxe por comunistas no mundo inteiro. Agiam como selvagens enlouquecidos recheados de drogas. Agrediram um rapaz que trajava blusa amarela jogando-o ao chão, chutando seu corpo violentamente, só não o matando devido a intervenção decidida de um homem, que o resguardou  dos golpes mais violentos e a chegada da polícia. 

A CNN, por meio de um gaiato que irradiava ao vivo as cenas na grande avenida, dizia com profunda ironia, que a PMESP agia desproporcionalmente contra os “manifestantes”, mesmo esse repórter idiota estando a mais de 400 quilômetros dali, segundo deixava bem claro em suas falas. Ele se referia aos desordeiros que provocavam a polícia e os manifestantes pacíficos pró Bolsonaro, isolados deles por uma fileira de policiais militares que garantiam a ordem no local. Mas, a paz durou menos de meia hora. Os “democratas” começaram a jogar pedras na polícia, que revidou energicamente com munição química e balas de borracha. 
Bandeiras ucranianas representativas de sua luta libertária, segundo a CNN símbolos neo nazistas

Os repórteres analfabetos funcionais da CNN ou eivados de má vontade, diziam que as agressões por parte dos "democratas" de "camicie nere" se revoltaram contra as bandeiras "neo nazistas" da turma do Bolsonaro. Na verdade o que essas idiotas bestas-feras viram foi a bandeira negro e vermelha com um tridente estilizado, que simboliza a luta libertária dos ucranianos contra os seus inimigos e a própria bandeira ucraniana portada por alguém daquela nação, que fazia parte da manifestação. O que ocorre é que os esquerdopatas são tão burros e analfabetos, que não sabem identificar símbolos fascistas e nazistas como o que eles mesmos usavam ontem.
A REAÇÃO PRONTA DA TROPA DE CHOQUE DA PMESP CONTRA OS "DEMOCRATAS'

Os “democratas” não se intimidaram e passaram a quebrar tudo o que encontravam pela frente, de jardineiras de concreto a portas de lojas e defensas metálicas, que arrancaram ao longo da avenida. Até uma caçamba para recolhimento de detritos de obras foi arrastada para o meio da via pública. Iniciaram suas agressões contra um manifestante do lado contrário que carregava uma bandeira com as cores negra e vermelha e o tradicional tridente estilizado da Ucrânia, a que me referi acima. Repórteres da CNN entrevistaram, com visível má vontade, o embaixador da Ucrânia, o Sr. Rostyslav Tronenko, o qual explicou com detalhes o que representava aquela bandeira preta e vermelha com um tridente no centro, à qual a CNN se referiu como "símbolo da direita radical da Ucrânia", demonstrando sua ignorância histórica em relação ao país centro europeu.
MANIFESTANTES PATRIOTAS PRÓ BOLSONARO, DITOS FASCISTAS PELOS "DEMOCRATAS"


Essa foi a ação “pacífica” dos “democratas” de camisas negras que chamavam os bolsonarianos de “fascistas”, mas esses não vestiam negro e nem agrediam ninguém, mesmo assim eram "nazifascistas" a serviço de Bolsonaro. Isso está apenas começando. Na próxima semana virá mais violência contra o povo ordeiro que quer apenas se manifestar pacificamente como sempre o fez, antes da “Antifa” e dos “Black Bloks”. O que se espera é que as forças de segurança saibam lidar com esses bandidos protegidos pela grande mídia desavergonhada e conduzidos por quadrilhas de marginais intituladas de partidos políticos. Aliás, quem estava ontem na Av. Paulista, marcando presença e incentivando as desordens e agressões havidas por lá, eram dois deputados federais do PSOL, SAMIA BONFIM E GLAUBER BRAGA, figurinhas carimbadas da esquerdopatia danosa que infesta o País. 
INÍCIO DAS AGRESSÕES
Ficaram muito bem registradas as ações iniciais da corja de bandidos terroristas que teremos de enfrentar a partir de agora na Av. Paulista e em outros lugares Brasil a fora. Tempos difíceis se avizinham de nós.

EU E O SABIÁ (poesia)

- (218/20)
Chico Buarque e Tom Jobim.
Lourinaldo T. Bezerra
Eu vi um sabiá vaidoso, elegante, belo e formoso
Cantando, passeando todo garboso pelo quintal
Oh! Meu belo sabiá, que tão lindo gorjeias e
Voas por toda parte, diz pra mim sem rodeios
Se viste por aí aquela por quem suspiro e que
Me mata de saudade, me conta sem veleidade.
Se a viste, me diz como ela está, se ainda é tão
Linda como era quando nos apaixonamos e
Diante da sagrada Cruz de Cristo nós juramos
De mãos postas que nunca iríamos nos separar.
Diz pra mim se existe alguém privilegiado para
Quem ela dedica o seu carinho, o seu amor.
Não esconde de mim a verdade, passarinho,
Fala pra mim com sinceridade mesmo que me
Cause dor; mas se ela estiver sozinha e ainda
Se lembrar de mim com carinho, eu te peço
Passarinho, corre e me conta tudo por favor.
Oh! Pássaro romântico e seresteiro te apressa,
Cuida, vai dizer à ela que meu coração a espera
Cheio de felicidade para matar a saudade e lhe
Dar apaixonado meu imenso e indelével amor.
Vai, não percas mais tempo, pois o frio já chegou.
Sirlene M. Klosovski, Ju Freitas e outras 19 pessoas
6 comentários
11 compartilhamentos
Curtir
Comentar
Compartilhar